Proposta pedagógica

A Proposta pedagógica do Instituto de Ensino Dom Quixote, tem como fonte orientadora de transformação do jovem e de seu meio, busca alternativa para melhoria de qualidade de vida, a partir de um processo de preparação afetiva, intelectual e harmoniosa de todos os participantes, construindo a totalidade do conhecimento necessário ao desenvolvimento da cidadania, em que cada educando e/ou membro da comunidade se sinta responsável pela construção da sociedade no que se refere à perspectiva de novos tempos, de um outro processo civilizatório no qual a humanidade seja parte do universo, capaz de transcender limites da separação do conhecimento e colocar-se a caminho de uma outra forma de ser e pensar o mundo – humano.

O mundo atual alcançou alto nível de progresso material e acumulou grande quantidade de bens culturais, sem dúvida, aprender é a mais importante fonte de riqueza e de bem-estar para a sociedade do próximo século. Entendemos que a definição do modelo de ensino de que necessitamos para o século XXI deve estar fundamentado em tês linhas básicas propagadas na filosofia da nova Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – primeira: “flexibilidade” – para atender diferentes pessoas nas suas necessidades decorrentes de uma época de mudanças – segunda: “diversidade” – para garantir as necessidades de diferentes grupos, é absolutamente impossível, sob o ponto de vista ético e político, pensar num conceito único de educação. Por isso a educação e suas instituições, hoje, só podem ser pensadas a partir da realidade de cada grupo, a partir do projeto social de cada comunidade – terceira: “contextualização” – permitir a construção dos significados, dar sentido à aprendizagem e o aprendido. Tudo tem consequências, como atos da própria vida; o trabalho pedagógico deve alcançar a pessoa naquilo que lhe é mais específico, levá-la à realização de um ideal.

Foi pensado em uma proposta pedagógica que buscasse uma aprendizagem com sentido e significado para os alunos, que demos início a estudos, reflexões e procedimentos que pudessem ir ao encontro das competências necessárias a esses alunos para ingressarem adequadamente no mundo da diversidade do conhecimento.